O mestre do judo em Portugal

Completam-se agora três anos desde a morte de uma das mais importantes figuras do Judo Nacional - Kiyoshi Kobayashi.

Mestre Kobayashi chegou a Portugal em 1958 para começar um projeto inicialmente previsto de dois anos, que na verdade acabaram em 47 anos de permanência no nosso país.

Dada a necessidade do incremento da prática do Judo no final da década de 50, que era até então um desporto de elites e com pouca visibilidade em Portugal, Kobayashi acedeu a um convite do seu país para iniciar a divulgação das artes marciais e da cultura nipónica.

Kobayashi foi o principal responsável pela fundação da Federação Portuguesa de Judo em 1959 e um dos grandes responsáveis pelo crescimento e desenvolvimento da modalidade em Portugal.

Judo Clube de Portugal, Sporting, Academia Militar, Fuzileiros, Força Aérea, Escola Superior de Polícia, foram alguns dos locais em que passou na qualidade de Mestre de Judo. Kobayashi possuía uma das mais altas graduações da Modalidade - 9º Dan, feito alcançado por apenas quatros judocas a nível internacional.

Foi Selecionador e Treinador de Equipas Nacionais e acompanhou-as em Campeonatos da Europa e do Mundo, assim como nos Jogos Olímpicos de Montreal (1976), Los Angeles (1984) e Seul (1988).

O mérito do Mestre Kiyoshi Kobayashi foi por diversas vezes reconhecido por instituições nacionais e estrangeiras. O Prémio Prestígio da Fundação do Desporto (recebido das mãos do Presidente da República Portuguesa, Jorge Sampaio), a Medalha Olímpica do Comité Olímpico de Portugal e o Prémio Carreira da Confederação do Desporto de Portugal, são alguns dos prémios recebidos pelo 'Pai' do Judo Português.

Anualmente realiza-se a 'Taça Internacional Kiyoshi Kobayashi' organizada pela Federação Portuguesa de Judo, em homenagem ao grande atleta que ao longo da sua vida teve um papel fundamental no seio do judo nacional.

Relacionados

Comentários

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.