Muito mais do que carregar tacos

Boa parte da força de um golfista pode estar no seu caddie, a pessoa que carrega os tacos.

Isto porque a função inclui ainda dar dicas, conselhos e ter um ombro amigo nos momentos menos bons.

A importância do caddie é tal que, no torneio feminino dos Jogos Olímpicos do Rio 2016,  21 das 60 atletas escolheram trazer um parente como caddie. São quatro pais, uma mãe, cinco irmãos, cinco maridos e seis noivos ou namorados.

O caddie da indiana Aditi Ashok, de 18 anos, é o seu pai, Pandit Gudlamani. A adolescente é a atleta mais jovem do torneio, mas joga golfe profissionalmente e está a destacar-se como uma promessa da modalidade.

Já as gêmeas Leona e Lisa Maguire, da Irlanda, jogam torneios amadores e nem precisaram pensar muito antes de decidir que Lisa seria a caddie de Leona.

"É ótimo ter Lisa como caddie nos Jogos, porque nos damos muito bem e ela pode fazer parte dessa história também", disse Leona, que já teve o pai como caddie noutros eventos.

Relacionados

Comentários

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.