Medalha contra a discriminação

Sakshi Malik foi a primeira mulher a ganhar uma medalha olímpica para a Índia na luta livre.O feito teve um significado especial e elevou-a ao estatuto de heroína nacional.
Malik é natural do estado de Haryana, onde durante muito tempo as mulheres estiveram proibidas de participar em provas de luta. Por isso, a sua medalha foi também uma vitória na luta contra a discriminação de género.
Apesar de todos os desafios que teve de ultrapassar, Malik, de 23 anos, contou sempre com a ajuda dos seus pais.

Mesmo quando as pessoas tentaram convencê-los de que, se perseguisse este sonho, a sua filha se tornaria indesejável para futuros pretendentes, pelas características físicas que viria a desenvolver.
Só a partir de 2002 as mulheres de Haryana foram autorizadas a treinar com homens. Ainda assim, as três lutadoras indianas presentes no Brasil eram naturais daquele estado.
Inspirada pelo seu avô, antigo praticamente da modalidade, Malik "salvou" a prestação indiana nos Jogos e rapidamente se transformou numa estrela.

E mesmo o primeiro-ministro, Narendra Modi, fez questão de transmitir o seu orgulho pela façanha daquela a que chamou "filha da India

Relacionados

Comentários

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.