Provas de hipismo com histórias curiosas

Os Jogos Olímpicos do Rio 2016 terminaram e deixaram o legado da experiência e aprendizagem.

E também muitas histórias para contar. No Complexo Desportivo de Deodoro, onde tiveram lugar as provas de hipismo, não faltaram casos inusitados.

Comecemos pelo grito por “Maria Izabel”, ecoado por diversas vezes da bancada durante uma das provas de saltos por equipas.

Vinha de um homem, que chamava pela mãe, perdida há aproximadamente três horas.

Repreendido por seguranças e voluntários, pois o silêncio é exigido durante as competições, o homem sentou-se e pôs-se a chorar. Alguns minutos depois, a mãe foi encontrada e os dois, juntos, abraçados, choraram e emocionaram quem estava ao redor.

O caso chamou atenção não somente do público, mas também da imprensa.

Noutro momento, as músicas de Bon Jovi, Backstreet Boys, Madonna, Tom Jobim, Abba foram tocadas durante as provas de dressage no Rio 2016.

Animadas, as músicas fizeram os espectadores levantar-se das cadeiras, bater palmas e há quem diga que alguns chegaram a dançar. Diversão não faltou durante a competição, também conhecida como o “ballet” dos cavalos.

Relacionados

Comentários

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.