Japão espera ser 3ª potência no quadro de medalhas em 2020

O Japão passou de 11º em Londres 2012 para o 6º lugar no quadro de medalhas do Rio 2016.

Mas a meta é muito mais ambiciosa para Tóquio 2020: o 3º lugar.

A informação é de Seiko Hashimoto, chefe de delegação e diretora de Alto Rendimento do Comitê Olímpico Japonês.

Para chegar a esse 3º lugar, disse Seiko, foi importante o desempenho dos atletas no Rio.

O deporto está a receber  mais apoio nos últimos anos, mas com a grande performance e a divulgação alcançada nos órgãos de comunicação social, ainda se esperam mais ainda investimentos.

Em cálculos aproximados do Comité Olímpico Japonês, estiveram no Rio 2016 cerca de 300 jornalistas, incluindo fotógrafos, pelo menos 20% mais que em Londres 2012.

Relacionados

Comentários

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.